Fórum Animeru

Encontre em nosso site downloads de InuYasha, Naruto e Samurai 7. Aproveite e baixe mangás de InuYasha traduzidos para português, vídeos, músicas e muito mais em http://animeru.webng.com
 
Ir para o site animeruInícioFAQBuscarRegistrar-seMembrosGruposConectar-se

Compartilhe | 
 

 FanFic - A batalha final de Naruto por Aoshi_

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Guilherme

avatar

Mensagens : 3
Data de inscrição : 21/01/2008

MensagemAssunto: FanFic - A batalha final de Naruto por Aoshi_   Seg Jan 21, 2008 9:45 am

Este é um fanfic interessante sobre o animê Naruto divulgado no site narutoProject, vale a pela ler este!!!

A BATALHA FINAL DE NARUTO

O ar gelado do vento noturno crispava os olhos de Naruto, que se movimentava a passos largos e poderosos floresta adentro. Apesar de avançar durante toda a noite, o Jinchuuriki não apresentava qualquer traço de cansaço em seus olhos grandes e seus membros ainda tocavam o chão ferozmente, impulsionando-o com força para frente.
A garoa fina que passava entre as folhas nas copas das árvores atingia o rapaz loiro, que as ignorava completamente e continuava avançando veloz em direção ao norte. Seus dentes pontiagudos rangiam de tempos em tempos demonstrando a impaciência do garoto, que não via a hora de atingir o tão almejado destino. Seus pensamentos eram voltados apenas para Kakashi e Orochimaru. A imagem forte dos dois poderosos “shinobis” ofuscavam até mesmo a preocupação que Naruto tinha em relação à seus amigos mais próximos. Gai, Lee, Kiba, Neji e Sakura ainda estavam em estado crítico nos quartos do hospital de Konoha, mas Naruto sabia que não poderia fazer nada para ajudá-los.
Os olhos avermelhados do rapaz fitavam o caminho que brotava à sua frente, e ele tratou de apressar ainda mais o passo, a fim de chegar logo ao local informado. Ele sentia remorso por não ter ajudado os amigos da vila da folha, mas remoia-se ainda mais por saber que o atraso de seu retorno fora fato decisivo na morte de Nara Shikamaru e, possivelmente, na de Hatake Kakashi.
Enquanto avançava em direção ao caminho secreto, na entrada da obscura vila oculta do som, Naruto tentava apagar a paisagem desastrosa que vira quando, finalmente, conseguiu voltar à sua vila. Precisava se focar na batalha que estava por vir, e não mediria esforços para derrotar qualquer um que se colocasse entre ele e sua vingança contra Orochimaru.


OoOoOoOoOoOoOoOoOoOo

Naruto caminhava lentamente pela espaçosa trilha que conduzia à Konoha. Seis anos haviam se passado desde sua partida da vila oculta da folha, no país do fogo, e ele não via a hora de reencontrar seus antigos amigos.
Durante os seis solitários anos que vagou fora de Konoha, Naruto desenvolveu-se ainda mais do que nos períodos anteriores de treinamento. Seu corpo havia ganhado muita massa muscular, e o jovem rapaz havia se transformado em um homem. Havia ganhado, também, alguns centímetros de altura e, do alto de seus um metro e setenta e cinco, observava o mundo com outros olhos. Já não era mais o rapazinho ingênuo que havia deixado sua vila para se tornar Hokage. Era, agora, um shinobi completo do nível de um jounnin habilidoso, embora tenha deixado a vila antes mesmo de se tornar chunnin.
Durante os anos de viagem, Naruto visitou várias vilas diferentes, aprendeu jutsus poderosos, e conheceu ninjas impressionantes. A maioria de seu treinamento foi dedicado ao controle do chakra da “Kyuubi”, o monstro que habitava seu corpo e que era considerado, pela maioria dos shinobis da folha, o bijuu mais poderoso e perigoso de todos. O chakra do monstro, que corria dentro de seu corpo, havia se tornado sua principal arma. Ele não esperava a hora de adentrar aos portões de Konoha, demonstrando a todos os habitantes da vila, o quão poderoso o Jinchuuriki da folha era.
Conforme ia se aproximando da vila, a ansiedade de Naruto foi aumentando e, com ela, o ritmo de suas passadas. Porém, quando desceu a última colina em direção ao enorme portão da vila da folha, Naruto foi paralisado pelo cenário desastroso que se ergueu diante de seus olhos.
Detrás das enormes muralhas de Konoha, pôde ver a vila completamente destruída. Ficou parado por alguns segundos e, então, conseguiu imprimir uma corrida desesperada na direção de sua vila. Passou correndo pelo portão enorme e, novamente, parou.
Estava destruída a grande maioria dos prédios de Konoha, e marcas de kunais e shurikens podiam ser vistas em várias paredes das casas. Algumas manchas de sangue haviam coagulado no chão vermelho de terra, demonstrando que várias pessoas haviam se ferido ou morrido pouco tempo atrás. Pouquíssimas pessoas passavam nas ruas à sua frente, e nenhuma delas reconheceu o garoto, que agora possuía longos cabelos dourados, amarrados frouxamente em um rabo de cavalo.
Sem entender o que havia acontecido no local, Naruto caminhou lenta e cambaleantemente, em direção ao hospital da vila. A cena nas proximidades do prédio era ainda mais perturbadora.
Tendas improvisadas se erguiam na frente do centro médico e abrigavam dezenas de feridos, que eram amparados por meia dúzia de ninjas médicos de várias vilas vizinhas. Ainda estupefato, e sem saber o que poderia ter causado tanta destruição em sua vila, Naruto caminhou em direção ao prédio central. Seus passos foram interrompidos por um leve toque em seu ombro direito. O rapaz, ainda impressionado com a paisagem à seu redor, se virou lentamente.
_ Naruto-kun? É você?
A voz de Temari parecia fraca e desconsolada.
_ Temari! O que aconteceu aqui? Quem fez isso? Onde estão todos?
As perguntas de Naruto sucederam velozmente, e sua voz eufórica centrou um pouco os olhos avermelhados da garota que estava a sua frente. Ela abaixou o olhar, fitando o chão de terra por alguns segundos, depois respondeu com a voz ainda bastante fraca.
- Foi rápido demais... A maioria dos jounnins está em missões longas longe da vila e ainda não retornaram. Quem ficou na vila fez o que pôde para defender os habitantes... Eles eram poucos, mas pegaram a maioria dos chunnins de surpresa. Eles destruíram tudo rapidamente, com invocações poderosas e gigantescas... Pelo que sei, Tsunade-sama fez o que pôde, e salvou muita gente, mas eles foram embora muito rápido e não havia como deixar a vila para ir atrás deles. Cheguei hoje pela manhã... - Temari balançou a cabeça e secou algumas lágrimas que se formaram em seu rosto, depois ela continuou. -... Para enterrar o Shikamaru...
_ O QUÊ VOCÊ DISSE? - Articulou Naruto, com ambas as mão apoiadas nos ombros de Temari, os grandes orbes azuis completamente arregalados.
_ Ele encontrou os shinobis do som na saída da vila, enquanto voltava de uma missão com alguns gennins. Eu lamento... - Respondeu ela, ainda fitando o chão.
_ Shinobis do SOM! - Ele retrucou feroz.


OoOoOoOoOoOoOoOoOoOo

A pesada porta da sala da Hokage da vila foi derrubada por um violento golpe disparado por Naruto, e ele entrou na sala bufando e com os olhos vermelhos de raiva, com a íris pontiaguda e os traços do rosto em evidência.
_ ONDE ELE ESTÁ? - Questionou o rapaz, dirigindo-se à mesa da Godaime.
_ ONDE O KAKASHI ESTÁ? - Repetiu impaciente, Naruto.
Tsunade, que estava sentada em sua mesa, não ergueu o olhar nem mesmo diante do estrondo poderoso de sua porta, sendo derrubada por Naruto. Continuou sentada sobre a mesa, olhando pela janela a movimentação em frente ao hospital de Konoha.
_ TSUNADE! EU TOU FALANDO COM VOCÊ! - Disse Naruto, socando a mesa pesada que estava no centro da sala, onde Tsunade estava sentada.
A loira levantou-se e, girando-se na direção de Naruto, disparou um olhar ameaçador que esfriou um pouco a cabeça do rapaz. Ele sabia que a Hokage da vila da folha havia passado por um inferno nos últimos três dias que se sucederam ao ataque da vila do som, e sabia que pressioná-la naquele momento poderia ser desastroso. A mulher passou por ele e se dirigiu até a porta da sala, parando a alguns metros dela.
_ Hum... Então você já soube?
_ Temari me contou. - Respondeu um pouco mais calmo.
_ Não posso mandar ninguém em uma missão de resgate. Nossos melhores shinobis já foram chamados de volta, e eu tenho essa bagunça toda para administrar. Não posso enviar um grupo na missão de resgate até que eles voltem.
_ BESTEIRA! Vai deixar Kakashi nas mãos do Orochimaru? - Questionou primeiro alterado, depois triste, Naruto.
_ Você sabe mais do que ninguém, o quanto admiro o Kakashi! Ele é um dos jounnins mais fortes que já passaram pela história dessa vila! Ninguém sente mais a falta dele aqui, conosco, do que eu! - Ela retrucou, virando-se para ele com o olhar em chamas. - Você não pode me acusar de abandonar um amigo quando a vila toda está em desgraça POR MINHA CAUSA! VOCÊ NÃO SABE O QUE É NÃO PODER AJUDAR TODA ESSA GENTE ENQUANTO NINJAS DE UMA VILA INIMIGA NOS ATACAM TÃO COVARDEMENTE E DE FORMA TÃO MONSTRUOSA!
_ Eu vou atraz do Kakashi.
Tsunade mudou totalmente sua expressão facial naquele momento. Passou de irritada à entristecida em uma fração de segundos, depois respondeu, calmamente, à Naruto.
_ Orochimaru veio até aqui para buscar você. Não posso permitir que vá até ele depois que toda essa gente teve que sofrer para que o poder da Kyuubi não caísse nas mãos daquele bastardo! Você está proibido de deixar a vila até segunda ordem... ENTENDEU-ME, Uzumaki Naruto?
_ Humpf... - Naruto deu de ombros.


OoOoOoOoOoOoOoOoOoOo

Mais tarde, naquela mesma noite, Naruto encontrou um bilhete de Orochimaru em sua casa dizendo aonde o encontrar. Naruto nocauteou, com extrema facilidade, os dois chunnins que montavam guarda em frente à sua casa, e partiu.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Guilherme

avatar

Mensagens : 3
Data de inscrição : 21/01/2008

MensagemAssunto: continuação   Seg Jan 21, 2008 9:46 am

OoOoOoOoOoOoOoOoOoOo

O sol começava a nascer, por detrás da montanha grande que se erguia no fim da floresta, e os primeiro raios do astro revelaram à Naruto a localização do lugar descrito por Orochimaru.
Do alto de uma figueira gigantesca, Naruto pôde observar toda a planície que se estendia à sua frente e, próximo à montanha no fundo da paisagem, o grande castelo onde Orochimaru disse estar esperando por ele. Como havia avançado por toda a noite em velocidade máxima, Naruto encontrava-se, àquela hora da manhã, um pouco cansado. Com a sua cabeça um pouco mais fria e os pensamentos um pouco mais ordenados, considerou que talvez fosse melhor descansar, comer alguma coisa e esperar anoitecer, assim teria mais chances de passar pela truculenta segurança que, ele imaginou, haveria no local.
O fato é que, Orochimaru, tão certo do aparecimento de Naruto quanto de sua força e facilidade para vencê-lo, não havia disposto qualquer sentinela no local. Pelo menos, quando a noite caiu, Naruto já estava recuperado de toda a energia que havia gasto para chegar até aquele lugar. Parou em frente ao enorme prédio e o analisou minuciosamente, procurando encontrar alguma armadilha colocada pelo traiçoeiro sannin.
O prédio era um castelo enorme, com uma torre gigantesca no centro e duas pouco menores de cada lado. Não havia nenhuma armadilha disposta por Orochimaru para atrasar Naruto, pois, na certa, ele esperava que o garoto pudesse aparecer logo para que ele não ficasse muito tempo esperando e fosse descoberto pela ANBU. Naruto empurrou a porta de madeira maciça no centro da entrada principal do prédio, haveria alguns lances de escada para subir em direção à torre principal onde, imaginava ele, Orochimaru aguardava junto com Kakashi. Ao invés de uma escada ascendente, porém, Naruto se deparou com um corredor enorme de degraus que desciam em direção ao subsolo.
O corredor era escuro, e tochas iluminavam-no fracamente a cada três ou quatro metros. Naruto não podia ver o fim do corredor, que era envolto no mais puro breu alguns metro à sua frente, mas seguiu descendo os degraus, um-a-um, mesmo assim. No caminho, lembrava-se de todos os momentos juntos de seu mestre Kakashi.
Lembrava de toda a evolução que o "Ninja Copiador" havia propiciado ao time sete, bem como a ele e Sakura, quando formavam o chamado "Time Kakashi". Das batalhas contra a Akatsuki, e de todas as vitórias que ele havia ajudado a conquistar. Perder um grande amido como Hatake Kakashi não estava nos planos de Naruto, que rangia violentamente os dentes e cerrava feroz o punho direito enquanto caminhava lentamente rumo ao desconhecido local onde Orochimaru o aguardava.
- Não vou deixar que você mate o Kakashi-sensei... Orochimaru... - Comentou, em voz baixa, para si mesmo.


OoOoOoOoOoOoOoOoOoOo

Quando chegou ao fim do corredor, Naruto se deparou com uma gigantesca porta de metal, que bloqueava sua passagem. Lentamente, a porta foi se abrindo e revelando um salão gigantesco, esculpido na rocha pura que preenchia totalmente as paredes. O garoto loiro atravessou, a passos curtos, a porta de metal e parou sobre o chão de madeira do elevado. Era como uma espécie de varanda, ou mezanino, de uns três metros de largura, por uns cinco ou seis de comprimento. Uns dois ou três metros abaixo, estava o salão.
Completamente vazio, o lugar era bastante iluminado graças às várias tochas e lamparinas que se espalhavam penduradas nas paredes e colunas do local. Naruto podia enxergar facilmente uns seis ou sete metros a sua frente, o resto ainda era envolto pelo breu da caverna e deu um tom ainda mais tenebroso ao local. Da escuridão a sua frente, a voz de Orochimaru soou distante:
_ Pensei que nunca chegaria até aqui... Uzumaki Naruto.
_ Orochimaru! Onde está o Kakashi-sensei? - Questionou inexplicavelmente centrado, Naruto.
_ Bem vindo à minha humilde morada, Jinchuuriki da folha... Detentor do poder da Kyuubi.
_ Não me enrole e apareça de uma vez por todas, para acabarmos logo com isso! - Berrou, enquanto olhava ao redor para ver se encontrava Kakashi.
Orochimaru apareceu vindo das sombras à sua frente. Sua face pálida e o cabelo escorrido e negro não deixavam dúvidas, à sua frente, caminhando calmamente, vinha Orochimaru. Naruto fitava-o com seus orbes azuis e com expressão feroz, mas não atacou logo que o viu como seria de se esperar. Ele sabia que enfrentaria a maior batalha de toda sua vida, e precisava ter cautela e atacar com cuidado. Além do mais, precisava saber se Kakashi estava bem.
_ Onde está o Kakashi? - Repetiu, com a voz calma e pausada.
_ Kakashi-kun está aqui. - Disse, enquanto deslizava seu olhar para a direita.
Rapidamente, Naruto virou-se para a esquerda e viu Kakashi, inconsciente e totalmente imobilizado com uma linha de chakra.
_ Kakashi-sensei! - Naruto fez menção a correr na direção do amigo, mas as palavras de Orochimaru o fizeram ficar parado.
_ Kakashi-kun foi um adversário interessante... Quase derrotou um amigo seu... Alguém que veio até aqui apenas para lhe desafiar.
As palavras de Orochimaru pareceram um pouco confusas para Naruto por um segundo, mas logo ele descobriu de quem o sannin estava falando. Das sombras ao lado de Orochimaru, lentamente apareceu o jovem Uchiha Sasuke. Ele caminhava lentamente, e parou assim que chegou ao lado seu mestre.
Seu corpo também havia se desenvolvido bastante, e seu olhar de desprezo fuzilava Naruto sem nenhum pudor. Sasuke deu dois passos a frente e colocou-se entre Orochimaru e Naruto. Ao ver o jovem moreno, o outro loiro transformou sua expressão.
Seu maxilar superior pressionava fortemente o inferior, fazendo brotar uma dobra forçada na face do rapaz. Os olhos azuis foram ganhando uma tonalidade mais avermelhada, até finalmente adquirirem o aspecto felino que lhe era característico. Os punhos do Jinchuuriki, que haviam relaxado no momento em que o mesmo ouvira a voz de Orochimaru, voltaram a cerrar-se ainda mais ferozmente. Depois, o rapaz ficou mais ereto e, para surpresa completa de Orochimaru, deu de ombros.
_ Meu assunto não é com você... Sasuke. - O outro arregalou ferozmente os olhos, e cerrou os punhos em resposta ao insulto de Naruto, que fez uma breve pausa e continuou. - Desisti de te salvar do Orochimaru há muito tempo... Você se vendeu a ele em troca de poder, não é? Poder que poderia ter retirado de dentro de você mesmo...
_ Temos assuntos inacabados, Naruto... Assuntos que vamos tratar hoje! _ Hurrou o jovem Uchiha.
_ Não temos nada inacabado, meu caro Sasuke... Você trocou seus amigos por poder... Poder para vingar a morte de seu clã matando seu irmão, não é mesmo? EU MATEI O SEU IRMÃO! - Esbravejou Naruto, enquanto batia fortemente contra o próprio peito. - Itachi está morto e você se tornou um asqueroso tão fraco quanto ele! Tenho pena de você, Uchiha Sasuke!
_ É verdade que você venceu meu irmão Itachi... Por isso, se eu matar você, será como se eu o tivesse matado. Você sempre foi um pobre coitado, Naruto... Vou provar como um shinobi de linguagem pura como eu acaba derrotando um inútil como você! - Disse, enquanto flexionava as duas pernas, estendendo o braço direito na frente do corpo. - CHIDORI!
Sasuke avançou contra Naruto ferozmente, atacando com o chidori em um ataque frontal. Naruto não se moveu até que Sasuke estivesse a alguns centímetros dele e, só então, preparou um contra-ataque. Dando um passo para frente, Naruto golpeou o braço direito de Sasuke com um tapa de seu esquerdo enquanto, com o punho direito, acertou o ex-companheiro na altura do estômago. O chidori se desfez rapidamente e Sasuke caiu no chão, tossindo uma grande quantidade de sangue até, finalmente, desmaiar.
_ Não pode me vencer usando nenhum de seus brinquedinhos, Orochimaru... Suas marionetes não possuem habilidade suficiente para me derrotar em batalha, não vim até aqui para brincar com elas! - Exclamou Naruto, ficando mais irritado a cada palavra pronunciada para o homem pálido em sua frente.
Sua voz era mais grave, e sua postura mais elegante. Orochimaru deixou brotar à sua face um enorme sorriso ao ouvir as palavras de Naruto. Ele jamais imaginaria que o garoto que sempre fora um peso, onde quer que estivesse, haveria de se tornar tão poderoso. O fato é que ele havia subestimado o garoto loiro que, impressionantemente, havia derrubado seu aprendiz mais poderoso com um único golpe. Naruto havia evoluído muito naqueles anos de treinamento sozinho, talvez sua evolução tenha sido maior até mesmo comparada à época em que treinava com Jyraia. Agora ele, Orochimaru, não teria alternativa, a não ser lutar contra o jovem.
Naruto estava em pé, de costas para a porta de entrada acima dele e de frente para Orochimaru. Sem nem mesmo olhar para trás, Naruto curva um pouco a cabeça para a direita, esquivando de uma kunai atirada contra ele. A lâmina passa rente à face esquerda do rapaz, que a agarra com a mão direita no momento em que ela cruzava sua frente. O corte no rosto do shinobi da folha cura-se em frações de segundo e o mesmo vira-se para a direção de onde lhe fora atirada a kunai, girando a ferramenta no indicador da mão direita.
No alto do mezanino, o jovem Yakushi Kabuto observa, pasmo, o tempo de reação de Naruto. De olhos arregalados, e ainda sem entender como o rapaz fora capaz de desviar tão facilmente da kunai, Kabuto observa Naruto, que sorri desdenhosamente:
_ Kabuto! Quase me esqueço de você não é mesmo? - Naruto desfaz o sorrido bobo pregado à sua face, depois continua com entonação bem menos brincalhona. - Vi você assim que entrei nessa sala... Só não imaginei que você fosse me atacar pelas costas dessa maneira. De todos os traidores que estão nessa sala, acho que você é o mais deprimente...
Dizendo isso, Naruto atira a kunai na direção de Kabuto, que rapidamente busca outra faca e consegue defender o golpe, com alguma dificuldade. A pequena faca gira no ar e, antes que ela começasse a cair, Kabuto percebe Naruto acima de si. O subordinado de Orochimaru não tem tempo sequer de tentar se defender, e é atingido em cheio por um poderoso soco, que o faz atravessar o chão do mezanino e atingir, violentamente, o chão de pedra.
Naruto caminha novamente na direção de Orochimaru e para, fechando, lentamente, os olhos.
O sorriso de Orochimaru torna-se ainda mais rasgado e o mesmo aplaude fervorosamente o garoto à sua frente, com seus orbes castanhos completamente arregalados. Depois, em tom de deboche, comenta:
_ Estou impressionado com seus avanços, Uzumaki Naruto. Você certamente não é mais o gennin bobo que eu encontrei muito tempo atrás... Vejo que o babaca do Jyraia lhe ensinou como controlar chakra da Kyuubi, não é mesmoo? Mas será que você possui poder para vencer um dos lendários Sannins?
_ De fato, quando encontrei você nas outras vezes, fiquei um pouco assustado. Com sua aparência bizarra, com seu poder estrondoso, com tanto desprezo pela vila da folha. Mas isso já faz muito tempo, não é? Não sou mais nenhuma criança... Estou um pouco atrasado... - Disse, depois cerrou ambos os punhos com força e continuou. - Mas farei com que você pague pelo que fez ao Terceiro(Referindo-se à Sarutobi, o Terceiro Hokage)!
_ Tente! Vamos ver do que você é capaz, garotinho!
Dizendo isso, Orochimaru retirou da garganta uma enorme espada. A mesma espada com que ele havia assassinado o velho Sarutobi. Naruto reconheceu a espada de imediato e ficou ainda mais furioso. Orochimaru correu na direção de Naruto e golpeou-o com um corte horizontal na altura do peito. Naruto deu um passo para trás e evitou o corte fatal, preparando-se para contra-atacar. Antes que pudesse golpear Orochimaru, porém, este rapidamente recuperou o equilíbrio e golpeou novamente acertando, desta vez, o peito de Naruto, que foi atirado a alguns metros contra uma das paredes rochosas do grande salão. Ao ver a lâmina ensangüentada, Orochimaru sorriu feliz, e pôs a passar a língua comprida no centro da mesma, provando o gosto do sangue do rapaz loiro que havia sido golpeado.
_ Há! Há! Há! Há!... - Riu-se. - Você realmente não tem tanto poder assim, não é, Jinchuuriki da Kyuubi? Como posso ter te derrotado tão facilmente?
_ Se isso é tudo o que pode fazer... - Disse Naruto, enquanto se levantava, meio cambaleante. -... Então você realmente não vai ter a menor chance!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Guilherme

avatar

Mensagens : 3
Data de inscrição : 21/01/2008

MensagemAssunto: continuação 3ª parte   Seg Jan 21, 2008 9:47 am

Orochimaru arregalou ainda mais os olhos, ao ver que o garoto colocava-se de pé, em sua frente, com um enorme corte na altura do peito. Impressionado, observou enquanto o chakra alaranjado da Kyuubi começou a envolver o corpo de Naruto. O Jinchuuriki abaixou a cabeça e fechou os olhos por alguns segundos. Depois, enquanto, uma-a-uma, as sombras avermelhadas das nove caudas foram aparecendo ao redor do rapaz, ele reergueu o olhar. Seus olhos estavam completamente vermelhos e o rosto de Naruto havia se transformado completamente. Duas presas enormes e pontiagudas lhe brotavam de cada mandíbula e sua respiração, antes compassada e concentrada, havia acelerado e agora beiravam às bufadas frenéticas de um búfalo selvagem. As unhas de Naruto haviam crescido, e agora o garoto possuía dez garras aparentemente muito afiadas. Orochimaru largou a espada e deu um passo involuntário para trás, extremamente impressionado com o chakra que emanava de Naruto. O garoto ficou ereto e, já com o profundo corte totalmente cicatrizado, brincou com o desespero no olhar de Orochimaru:
_ Orochimaru-sama... Eu lhe apresento... A Raposa-demônio de Nove caudas!
_ Impossível... - Ele retrucou. - Como você pode controlar essa quantidade de chakra? IMPOSSÍVEL!
_ O que foi Orochimaru? Está com medo de um gatinho? Quero lhe mostrar uma coisa... Uma técnica que você nunca viu... Uma variação do Rasengan, desenvolvido pelo Quarto.
Dizendo isso, Naruto estendeu o braço direito e franziu a testa, buscando canalizar e controlar o chakra da Kyuubi. Uma pequena esfera de chakra se formou na palma da mão direita do rapaz, com a aparência de um rasengan. Aos poucos, o chakra azul foi ficando alaranjado e uma outra esfera menor, que girava em sentido oposto ao da primeira, foi criada dentro da azul.
_ Esta é minha resposta à sua pergunta, Orochimaru... Este é o meu poder máximo, e que supera o nível de luta de um “Kage”! Morra OROCHIMARU!
Naruto avançou ferozmente sobre o oponente, atacando com o chakra concentrado em sua mão. O movimento circular do chakra (horário na esfera interior e anti-horário na exterior) perfurou facilmente o corpo de Orochimaru, que foi atirado a vários metros de distância, fazendo o sangue de cor violeta se espalhar pela parede de pedra e por todo o chão na distancia entre Naruto e Orochimaru.
Aos poucos, o chakra vermelho e incandescente da raposa foi selado novamente no interior do corpo de Naruto, e o mesmo caiu ajoelhado em frente ao corpo sem vida de Orochimaru. As linhas de chakra que prendiam Kakashi foram ficando cada vez mais fracas até, finalmente, liberarem o corpo do jounnin.
Alguns minutos mais tarde, Naruto deixava o castelo de Orochimaru carregando seu “sensei”, Hatake Kakashi, nos braços.
Em determinado momento, enquanto caminhavam lentamente em direção à Konoha, Kakashi sorriu para Naruto:
_ E então Naruto... Em sua viajem... Encontrou o que procurava? O poder para se tornar Hokage?
_ O poder para me tornar Kage foi selado em mim quando eu era muito pequeno, Kakashi-sensei. E eu tenho que agradecer a ele por isso. - Respondeu, enquanto apontava um grupo de estrelas que lembravam o formato da face de Yondaime - O Quarto Hokage.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: FanFic - A batalha final de Naruto por Aoshi_   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
FanFic - A batalha final de Naruto por Aoshi_
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Parceria-Naruto Saikai
» Batalha da Inglaterra - 70 Anos (E-book link)
» Confraternização de final de ano da turma do Café ! 08/12/2012
» pin final da Liga Europa
» FANFIC - Namorando meu Ídolo

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Fórum Animeru :: Fanfics, suposições, comentários gerais...-
Ir para: